• Alessandra Girotto

Primeira Característica - Mulheres que Amam Demais

Atualizado: 9 de Abr de 2020

Conforme comentei em um post anterior, no livro "Mulheres que Amam Demais" a autora cita 15 características de pessoas que recorrentemente vivenciam relacionamentos abusivos e codependentes. A partir de hoje farei uma série de posts falando sobre cada um deles.

A primeira que ela traz é: "Você vem de um lar desajustado em que suas necessidades emocionais não foram satisfeitas". E aqui, vamos “por partes”... Para que minhas necessidades emocionais sejam suficientemente supridas é necessário algo mais do que receber uma quantidade básica de amor, cuidado, proteção e afeição. Elas também não são atendidas quando pais ou cuidadores negam ou ignoram nossas percepções e sentimentos infantis. Assim, não sou vista, ouvida, aceita e, muito menos, legitimada.

Com essa negação, enquanto criança normalmente passo a ficar confusa, com medo, raiva e/ou culpa. Pois me vejo tendo que escolher entre “estar certa” e reconhecer que meus pais mentiram para mim, deliberadamente. OU acreditar que estou errada no que vejo, sinto ou ouço. Infelizmente, normalmente vamos pela última opção... Acredito que estou errada e, assim, crio um padrão de confusão e insegurança quanto ao que sinto e percebo a minha volta.

Quanto aos lares desajustados, eles existem em vários tipos e graus. De forma geral, é impossível um lar que não seja disfuncional em algum nível. Quando isso acontece de uma forma mais crônica, crescemos prejudicados em nossa capacidade de sentir e de nos relacionar – o que impacta enormemente na escolha de um parceiro e na criação de um vínculo duradouro.


Alessandra Girotto – Sou Psicanalista, Coach, MoonMother, Ativadora de TendaVermelha e Terapeuta Holística. Focalizo Dança Circular e Círculo de Mulheres desde 2015. Atualmente participo do Programa “Pathwork® de Transformação Pessoal” e da formação nas “Novas Constelações Familiares”.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo