• Alessandra Girotto

Segunda Característica das "Mulheres que Amam Demais"

Atualizado: 9 de Abr de 2020

A segunda característica que Robin Norwood traz no livro “Mulheres que Amam Demais” é a seguinte: Durante a infância, sua necessidade mínima de atenção não foi satisfeita e agora, e adulta, tenta supri-la através do outro, tornando-se super atenciosa.


Quando crescemos num ambiente onde nossa necessidade de atenção não foi satisfeita, minha tendência é dar o máximo de atenção ao outro pois conheço a dor de não receber. Nesse movimento, busco curar tanto a dor do outro quanto a minha.

Aqui normalmente nos identificamos com a vítima e, consequentemente, queremos ser aquela que irá “salvar” o outro, um padrão que se manifesta nas mais diversas áreas da vida. Esse é um padrão que, recorrentemente, se manifesta nas mais diversas áreas da vida, como trabalho e amizades – indo muito além do relacionamento amoroso.

“Dependendo de nossas experiências, reagiremos a tipos diferentes de carência. Mas reagiremos com convicção de que esse homem precisa de nossa ajuda, compaixão e nossa sabedoria para melhorar sua vida" (Robin Norwood)


Alessandra Girotto – Sou Psicanalista, Coach, MoonMother, Ativadora de TendaVermelha e Terapeuta Holística. Focalizo Dança Circular e Círculo de Mulheres desde 2015. Atualmente participo do Programa “Pathwork® de Transformação Pessoal” e da formação nas “Novas Constelações Familiares"

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo