• Alessandra Girotto

Você conhece minha história?

Hoje resolvi me apresentar, contar um pouco de mim pra vocês.

Atualmente moro em Campinas/SP, mas não foi sempre assim. Nasci e cresci no MS, mas meus pais (ou melhor, toda minha família) é do RS. Vim pra cá estudar, seguindo o rastro do meu irmão.

Aos trancos e barrancos me estabilizei por aqui. Fiz Ciências Sociais na UNICAMP e com 21 já era mãe. Na época foi um verdadeiro perrengue, mas hoje é a melhor parte da minha vida. Ao longo do tempo já trabalhei com Desenvolvimento Urbano, Urbanização de Favelas, Regularização Fundiária, Cooperativismo e outras tantas coisas do gênero. Já trabalhei dentro de aldeia indígena como voluntária, assim como com arte-edução pra criança de rua (a gente ia com uma caixa cheia de material artístico nos semáforos onde as crianças estavam e lá o trabalho acontecia). Já trabalhei em agência de banco e também já fiz pós em ADM pela FGV. Também já fui vendedora, assim como atendente e gerente de vídeo-locadora - o que eu amava. Desde pequena eu SEMPRE gostei de ler e estudar. Lia biografias e li livros sobre filosofia. Já tinha lido textos de Rousseu, Locke, Freud e Jung antes mesmo de entrar na faculdade. E também sempre tive um pé (bem grande) dentro da espiritualidade e do mundo holístico. Fui fazer Psicanálise só aos 30, mas o estudo das terapias complementares e alternativas já me seguiam desde antes de 2002, quando fiz meu primeiro curso. De lá pra cá nunca parei, mesmo seguindo caminhos paralelos como profissão. Foi em 2018 que decidi parar de me dividir e me dedicar integralmente a ser terapeuta. Estava sendo muito difícil conciliar tudo, querer estar mais presente e não conseguir. Não foi uma decisão fácil, mas até o momento o arrependimento tem passado MUITO longe - e sigo feliz com a escolha, mesmo com todas as dificuldades do caminho. No meu caminho aprendi o enorme valor de ouvir e ser ouvido, acolher e ser acolhido. Aprender a se conhecer e respeitar o próprio tempo, próprio ritmo e a própria força. Aprender a se aceitar, a se amar, antes de qualquer coisa. Pra mim é mais que teoria. É valor. É pré-requisito. E levo isso como base em todo o trabalho que desenvolvo: um olhar para você como um todo, de forma a perceber a beleza e a força que (já) existe em você. A perceber todos os potenciais que já expressa e não é capaz de ver porque seu olhar está voltado para outra direção, para fora - ao invés de pra dentro. Te ajudo a mudar o foco e ser ver com verdade e amor. Bem-vindos!!

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo