• Alessandra Girotto

Setembro Amarelo

Normalmente eu não faço post e nem me posiciono no setembro amarelo, sem contar que ando em silêncio faz algum tempo por aqui.


Mas esse ano recebi um pedido pessoal para falar sobre isso e achei que era hora de sair da toca.


Todos os anos, nessa época, as mídias sociais se enchem de posts de boas intenções, lembretes e avisos.


Não posso afirmar que isso acontece em todos os lugares, mas aqui, enquanto essa onda de "amor" assola o país, nas sessões os casos de sofrimento e crises aumentam.


Sabe por que?


As razões são várias, mas vou tentar trazer os que considero mais importantes:


Primeiro: dá gatilho, lembra a quem sofre da dor que sente e da qual está tentando fugir. E lembra várias vezes no dia, por vários meios diferentes. Por mais que seja saudável encarar o que sente e não fugir, cada um tem seu tempo e seu caminho, sem contar que rede social não é o lugar mais amistoso, seguro e amoroso do mundo. Normalmente quem escolhe o suicídio como caminho guarda um sofrimento grande e precisa de ajuda, uma boa ajuda - o que me leva ao segundo ponto...


Durante a época da campanha muitas pessoas se lembram e se enchem de coragem para prestar apoio.


Apoio que dura apenas durante esse mês e some nos meses seguintes, deixando quem recebe com um buraco e uma revolta muitas vezes maior do que estava antes. Sem contar que o apoio oferecido muitas vezes mais desorganiza do que organiza, não ajuda, sufoca...


Com isso, atendendo a pedidos dos que me são mais próximos, vim me posicionar: pense bem se realmente é uma boa ação impulsionar e apoiar o setembro amarelo.


Olhe pra quem está à sua volta, VEJA como ele realmente é. Se importe com o que ele precisa ou queira.


Ouça. Principalmente, ouça.


Depois, veja se realmente esse é o melhor caminho ou não. Você pode conseguir apoiar de muitas outras formas.


PS: também não sei se estou certa ou não, mas pelos que são próximos a mim e me pediram isso, esse será o único post que farei a respeito.


Um abraço BEM caloroso.


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo